COMO SUBSTITUIR O GLUTEN DA DIETA?

O que é gluten? Proteína presente  no trigo, centeio e cevada

Encontrada em pães (francês, milho, aipim, integrais)massas, bolos, biscoitos, pizzas, rissoles, empadas,

A aveia não contem glúten, mas pode ser contaminada por ele na plantação e no armazenamento, avalie se tolera ou não antes de consumir

O gluten é uma proteina altamente elástica, dá flexibilidade e maciez as massas e pães.

Esta mesma elasticidade no intestino pode se acumular e causar alterações na mucosa, provocando a hiperpermeabilidade intestinal, que vem a ser a passagem de pedaços de alimentos que foram mal digeridos e quando isto acontece, nosso sistema de defesa entra em ação para combater, pois entende estes pedaços de alimento como inimigos que deve ser combatidos.

a ação do sistema imune do intestino, se for constante, vai provocar deficiência de nutrientes, facilidade para causar alergias e redução da capacidade de defesa imunológica, sem falar dos danos ao funcionamento intestinal.

Como substituir o gluten na minha alimentação?

Batata (fécula de batata), batata doce, cará, inhame, aipim (farinha de mandioca, polvilho, tapioca, sagu), milho (polenta)

arroz (farinha de arroz, arroz integral e branco, biscoitos de arroz)

quinua, amaranto, chia, linhaça, farinha de coco, farinha de amendoas

feijão, lentilha, grão de bico

Sugestões de refeições sem gluten

arroz, feijão, carne e salada

tapioca com recheio salgado ou doce

Purê de batata, carne e salada

Polenta, frango e salada

Massa de arroz ou grão de bico ou milho com molho e salada

Sanduiche de pão sem gluten, atum, vegetais

Escondidinho de aipim ou mandioquinha ou batata com carne ou legumes ou cogumelos

Omelete com salada

Risotos

Lanches : biscoito de arroz, biscoito de polvilho, granola sem gluten, frutas, castanhas, tapioca com banana e canela ou geleia e óleo de coco, bolo feito sem gluten, suco de fruta e pão sem gluten

 

WHEY PROTEIN – saiba mais …

WHEY PROTEIN está na moda, revistas, academias, receitas em toda a parte alguém está usando ou comprando para usar.

Mas vamos esclarecer alguns mitos:

Whey protein só serve para ganhar músculo – não é verdade, pois ele é uma fonte proteica que vem sendo muito estudado. Inúmeros benefícios como saciedade e controle da glicemia, além da síntese muscular, tem se revelado. Assim, é indicado para quem deseja ter mais saciedade, pois ajuda a suprimir a grelina, um neuropeptideo que estimula o apetite. Whey protein tem se mostrado eficaz em idosos para prevenir e reduzir a perda de massa magra (sarcopenia), em diabéticos para controle da glicemia.

O termo whey protein (do inglês, proteína do soro) refere-se às proteínas isoladas do soro de leite. Essas proteínas são extraídas da porção aquosa do leite gerada durante o processo de fabricação de queijos e coalhadas. A constituição das proteínas do soro pode variar em tamanho, peso molecular e função, fornecendo a esse grupo protéico características específicas. São subdivididos nas denominadas frações, dentre as quais, principalmente: a beta-lactoglobulina, a alfalactoalbumina, a albumina do soro bovino, as imunoglobulinas e os glicomacropeptídeos.

Existem diferentes tipos de produto à base de whey protein disponíveis no mercado, que se diferenciam quanto a processo de extração; digestibilidade e velocidade de absorção; teores de proteínas, gorduras, carboidratos, lactose e presença de substâncias bioativas.

CONCENTRADO – uma desidratação do soro do leite aonde estão inclusas as proteínas e na maioria das vezes há um grande percentual de lactose

ISOLADO – aonde as proteínas são separadas da lactose, conseguindo um aporte de aminoácidos maior

HIDROLISADO – através de um processo enzimático a lactose e as proteínas são quebradas em aminoácidos se tornando mais apropriado para casos de alergia a proteína do leite e intolerância a lactose.

Mas atenção: não é porque é bom e todo mundo usa que dá pra sair consumindo livremente – biscoitos, smoothies, bolos …
Como todo complemento deve ser prescrito por um profissional qualificado, que irá observar as necessidades individuais, determinando as dosagens e os horários mais adequados para seu consumo.

 O QUE É ADITIVO ALIMENTAR?

Sabe o que é aditivo alimentar?

Todo e qualquer ingrediente adicionado intencionalmente aos alimentos sem propósito de nutrir, tem por objetivo alterar as condições deste alimento, mantendo mais tempo para a compra, sendo consumido sem estragar ou para aumentar o sabor e a aceitação destes pelos consumidores.
Estes alimentos são liberados pela Anvisa, pois o critério adotado é de a quantidade consumida não ultrapassa os níveis seguros.
Quem disse que o consumo será em quantidade segura ?
Quantas porções ao dia de produtos industrizalizados estão sendo consumidos?
Como está o funcionamento dos órgãos para que a eliminação seja adequada?    

Estes produtos por serem químicos, fazem passagem pelo fígado, que utiliza reações químicas para metabolizar e eliminar estas substâncias. Após esta transformação a substancia vai para o intestino ou rins para a completa eliminação. Todo este processo (caso ocorra de forma adequada) demanda inúmeros nutrientes como vitaminas, minerais, aminoácidos.  Caso não haja a disponibilidade dos nutrientes, há sobrecarga de fígado,intestino, pele e rins podendo levar a acne, pele oleosa, alergias, fadiga, irritabilidade, enxaqueca…
Outro aspecto a analisar é que o uso de nutrientes para fazer a metabolização de substâncias químicas, leva a deficiência para outras reações químicas importantes, desencadeando diversos sintomas como queda de cabelo, insônia, indisposição, dores musculares e articulares, problemas gastrintestinais…

Comece a ler nos rótulos dos produtos industrializados a quantidade destes compostos químicos que tem os nomes listados abaixo:

– AGENTE DE MA
SSA

– ANTI UMECTANTE

-ANTI ESPUMANTE

– ANTIOXIDANTE

– CORANTE

-CONSERVADOR

– EDULCORANTE

-ESPESSANTE

– GELEIFICANTE

-ESTABILIZANTE

-AROMATIZANTE

-REGULADOR DE ACIDEZ

-EMULSIFICANTE

-REALÇADOR DE SABOR

-AGENTE DE FIRMEZA

– SEQUESTRANTE

SEMENTE DE ABÓBORA

AMO SEMENTES, pois representam o potencial nutricional para a formação de uma planta. As sementes de ABÓBORA são as minhas preferidas, pelo seu sabor, por seu potencial nutricional e por sua versatilidade.
A semente de abóbora é obtida a partir do fruto abóbora. As sementes contêm uma substância denominada de cucurbitacina a qual possui grande propriedade antiinflamatória seja para a próstata ou para o sistema urinário, além de ser um ótimo vermífugo. O aumento na utilização da semente de abóbora na culinária tem sido atribuído a sua excelente qualidade nutricional.

A semente é rica em proteínas (39g/100g) fibras (27g/100g) ferro (10g/100g) além de cálcio, zinco, vitaminas do complexo B, vitamina E e gorduras poliinsaturadas

As sementes de abóbora são fáceis de preparar: tire-as, lave-as e deixe-as secar, depois leve ao quente, mas desligado, para que fiquem bem secas. Assim que esfriarem podem ser congeladas, uma dica é ir guardando em um vidro no freezer até que tenha uma quantidade razoável para triturar. Hoje as lojas especializadas já oferecem a semente de abóbora descascada, o que é mais prático.

Assim que estiverem trituradas  (em liquidificador), peneiradas e utilizadas no preparo de saladas, farofa, mingau, bolo, biscoitos… As variedades comerciais são, em geral, muito salgadas devendo ser evitadas para os indivíduos hipertensos.

COMO CONSUMIR:

– polvilhar sobre a salada, pois ela aumenta o teor protéico desta e confere uma crocância

– acrescentar no arroz integral após o preparo

– misturar com legumes refogados

– comer com sopas cremosas

– acrescentar na receita de pães e bolos para aumentar o teor proteico destas preparações

 

Desfrute dos beneficios dos alimentos roxos

Osroxos 1 vegetais e frutas roxos tem recebido destaque graças a descobertas evidenciando as propriedades nutricionais dos pigmentos que lhe conferem a cor. Este pigmentos, pertencentes ao grupo dos flavonóides responsáveis por uma grande variedade de cores  que vão do vermelho vivo, roxo e azul, são chamados antocianidinas, que exercem  diversas funções bioquímicas em nosso corpo proporcionando prevenção a doenças como câncer, diabetes, hipertensão, doenças cardiovasculares.

A função destes pigmentos nas plantas é proteger contra a luz ultravioleta e de possíveis invasores, prevenindo agressões e aumentando a vida da planta. Desta forma, ao comer estes alimentos, podemos usufruir da ação destes pigmentos prevenindo danos às nossas células e tecidos. Além de prevenção estas substâncias chamadas antioxidantes evitam que os radicais livres agridam nossas células oferecendo melhor aparência aos cabelos, pele, unhas, bem como disposição e vitalidade.

Radicais livres são as substâncias responsáveis pelo envelhecimento e pelo desgaste de nossas células. A proteção de nosso corpo a estas substâncias vem da alimentação, sendo estruturas presente nos vegetais e frutas chamadas fitoquímicos, os mais importantes no combate aos radicais livres.

Nos últimos anos, o interesse por esses pigmentos se intensificou uma vez que pesquisas têm demonstrado que as antocianidinas são compostos bioativos e que, entre os vários outros efeitos fisiológicos, possuem capacidade antioxidante e propriedade antiinflamatória, promovem vaso-dilatação, atuam na prevenção da hiperglicemia, estimulam a secreção de insulina, melhoram a adaptação da visão noturna e previnem a fadiga visual.   Recentemente pesquisadores constataram o efeito inibitório destes pigmentos na proliferação de células humanas cancerígenas, originadas em diferentes partes do corpo: estômago, cólon, mama, pulmão e sistema nervoso central.

Podemos encontrar as antocianidinas nos vegetais roxos como a cebola roxa, repolho roxo, berinjela e nas frutas como açaí, uva, ameixa, mirtilo, cereja, jabuticaba, pitanga.

Para aproveitar melhor estes alimentos o ideal é consumi-los na safra, frescos ou congelados na forma de polpa. O preparo é bastante variado, podendo ser usado ao natural, no preparo de sucos, misturado a outros vegetais em saladas.

As antocianidinas perdem muito de seu efeito na presença de luz e calor, devendo ser consumidos crus e logo após o pr
eparo. O congelamento parece não afetar sua ação.roxos 2

A canela pode reduzir a vontade de comer doce

Cinnamon in closeup

A especiaria é obtida de uma árvore da família do louro. A casca é retirada do tronco na época das chuvas, quando a seiva é mais abundante, e depois é seca e enrolada manualmente em formato de canudo – aquilo que é conhecido como canela em rama ou em pau. Os resíduos e as cascas quebradas se transformam em canela em pó

Diversos estudos tem mostrado os benefícios que a canela proporciona aos portadores de diabetes tipo 2, uma vez que consumir metade de uma colher de chá ao dia é suficiente para reduzir os níveis de açúcar no sangue. Além disso, os óleos essenciais de canela têm ação antifungica, antiinflamatória e antibacteriana.

Há dois tipos de canela, ambos cultivados no Brasil. A canela-verdadeira (Cinnamomum zeylanicum), também conhecida como canela-do-ceilão, é natural do Sri Lanka (o antigo Ceilão), mais adocicada e suave. Já a canela-de-cássia (Cinnamomum cassia), ou canela-da-china, possui sabor mais picante. Originária da antiga Birmânia, é utilizada na China desde 2500 a.C.

Conhecida desde a Antiguidade, figurava entre os presentes dados à realeza por seu enorme valor. Considerada símbolo da sabedoria, foi usada por gregos, romanos e hebreus na aromatização de vinhos. Uma lenda diz que Nero, imperador de Roma, teria mostrado sua dor no funeral de sua mulher queimando o estoque anual de canela.

Coloque sobre a banana, maçã, mamão, no leite (vaca, amendoas, soja, coco…) no preparo de carnes e frango também fica excelente

SAIBA QUAIS SÃO OS VILÕES DA PRAIA

Sabemos que a nossa vida não é um filme de faroeste onde de um lado ficam os mocinhos e de outro os bandidos, mas pensando em beira de praia até podemos pensar em estratégias baseadas em bons e maus

Quem são OS VILÕES DA PRAIA?

QUEIJO COALHO – aqui estou pensando na sua saúde! não sabemos como foi preparado o queijo e em quais condições é estocado, quanto tempo está na caixa térmica do ambulante?
E não vem me dizer que o fogo mata as bactérias, porque aí eu choro!
Carvão queimado libera substâncias altamente cancerígenas, chamadas aminas heterocíclicas. E este queijo fica praticamente em contato com o carvão. Este NÃO dá pra encarar mesmo!
BEBIDAS ALCOÓLICAS – tá certo, trabalhou o ano inteiro e agora chegaram as férias…
foi uma semana exaustiva e merece uma cervejinha…
Entendo bem e também gosto, mas vamos pensar na saúde e na barriga ? COMIDA DE PRAIA
Está um calorão e o corpo está suado, aí a gente usa álcool para refrescar e hidratar????
Existem os piores e os menos piores

Caipirinha – açúcar, vodca ou cachaça e limão – 200 a300 cal porque vai muito açúcar
é uma opção para quem não pode consumir gluten (que tem na cerveja)
Se puder levar de casa melhor, pois pode fazer com açúcar mascavo ou de coco

Cerveja – 1 lata = 155 cal (1 só não faz grande estrago, mas costuma trazer as amigas kkk)

Espumante – 1 taça = 80 cal prefira a brut e beba bem gelada, esta é a opção mais leve de todas

Refrigerante – este é um dos piores pois dá a sensação de que hidrata, só que não… aí o corpo pede mais e a pessoa bebe mais. Xarope de frutose que não é gasto como forma de energia, faz gordura no fígado e na barriga. E não adianta tomar a versão zero, pois estes pioram a microbiota intestinal e também vão causar aumento de barriga

Beba com moderação e inclua ÁGUA SEMPRE !

PICOLÉS COM COBERTURA – aqueles que tem mais de 400 cal em um palito, são feitos com gordura vegetal hidrogenada e muito xarope de glicose, portanto, dão barriga e celulite e aumentam o colesterol

FRITURINHAS – a pior na minha avaliação é a batata frita, pois é pré frita em gordura vegetal hidrogenada e depois é frita novamente na hora que o cliente pede. A pessoa precisa colocar muito sal para que ela fique gostosa pois já chega fria. A batata ao ser frita libera uma substancia chamada acrilamida (cancerígena) !
Mas ainda temos peixe, camarão, lula que são consumidos com moderação porque os $$$ estão assustadores
Aqui é preciso avaliar o quiosque para ver se há uma boa refrigeração e se os atendentes estão higienizados e uniformizados.

Mas há também os mocinhos que tem seu lado bome podem garantir momentos prazerosos e saudáveis

Quem são os MOCINHOS DA PRAIA

ÁGUA DE COCO – hidrata e refresca, rica em minerais como potássio e magnesio, repoe os liquidos eliminados pelo corpo. Por mim é considerada a top, top e tem cara de praia.agua de coco

MILHO VERDE –  sim é uma boa opção, pois é cozido e fornece bons nutrientes, mas cuidado – SEM MARG
ARINA e com muito juízo na hora de colocar o sal.

PICOLÉS DE FRUTA – sim são ricos em xarope de glicose, mas se eu disser que tudo é ruim vai ser um chororo. Então eles são geladinhos e tem um pouquinho de suco de fruta, então tá valendo.

AÇAÍ NA TIGELA – é uma boa opção pois o açaí tem muitos antioxidantes, mas não se engane, pois também tem xarope de glicose e se não for gasto como forma de energia, se acumula na barriga e nos quadris

PASTEL ASSADO – aqui é preciso cuidado e reflexão porque a massa para ficar crocante e gostosa costuma ter muita gordura, mas ainda é melhor que o frito.
Cuidadocom o recheio que precisa ser bem conservado. Prefira guisado e presunto eevite frango e camarão, pois apresentam mais risco de contaminação

SANDUICHE NATURAL – tudo depende… higiene, conservação, aparência …
mas pode ser uma opção se atender aos requisitos acima.

E se levar de casa? EXCELENTE IDÉIA!!!

reserve uma caixa térmica e leve
FRUTAS – as melhores : manga, melão e abacaxi picados, maçã, ameixa, pêssego, banana, uva para comer com a mão

OLEAGINOSAS -castanhas, nozes, amêndoas, pistache, amendoim são uma ótima pedida para segurar a fome até a próxima refeição

Cenoura, aipo, pepino e ovos de codorna também ajudam neste mesmo ponto.
E se perceber que vai ter fome mesmo assim, prepare sacomida de praia 2nduiches, pasteis assados e leve de casa, pois além de mais gostosos são mais baratos.

Página 2 de 212
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial