SEMENTES DE ABÓBORA – jóias que não podem faltar na sua dieta

A semente de abóbora é obtida a partir do fruto abóbora. Éuma planta da família das Cucurbitáceas, de caule rasteiro ou trepador. Algumas variedades são oriundas do Oriente Médio, mas atualmente é cultivada no mundo inteiro.

As sementes também são conhecidas como pevides contém umasubstância denominada de cucurbitacina a qual possui grandes propriedades antiinflamatória e antibactericida. Por isso, é indicada como vermifugo.

Alimento Medida caseira Valor calórico Principais nutrientes Destaques nutricionais
Sementes de abóbora 1 colher de sopa –

10 g

60 cal Ferro, fósforo, potássio, tiamina, riboflavina, cálcio 4 g proteína
4 g gordura
3 g fibras
4 mg cálcio
1 mg ferro

 Contém: proteínas, lípidios (gordura de boa qualidade) vitaminas do complexo B, folato, minerais como: fósforo, potássio, ferro, cálcio , zinco e magnésio.
PARA OS VEGANOS E VEGETARIANOS as sementes de abóbora  representam uma grande fonte de nutrientes por oferecer proteínas, cálcio, ferro em boas quantidades. Para aumentar o teor proteico das refeições inclua as sementes de abóbora.
Além do seu teor nutricional, elas fornecem boa quantidade de omega 3, um ácido graxo essencial (que o corpo não produz) que tem grande ação antiinflamatória.
Prefira as sementes descascadas e na forma natural, pois são melhor digeridas. Evite as que contem muito sal e as que foram torradas porque isso representa perda de valores nutricionais.

Utilização: granolas, saladas, nos lanches escolares, nas reuniões como petisco, nas preparações de forno…

Dica: por ser um alimento rico em (boas) gorduras pode rancificar. Conserve a embalagem após aberta em recipiente fechado e preferencialmente refrigerado.

Se gostou, curta e compartilhe!! 😀

NA HORA DE COMER, O SEGREDO ESTÁ NA ESCOLHA

churrascoE casa de amigos e familiares, os encontros costumam ter o churrasco como cardápio. E com ele diversos desafios para quemdeseja emagrecer ou cuidar da saúde. Dependendo do que se escolhe, o estrago em nosso propósito pode ser enorme. Não costumo estimular o pensamento em calorias, mas neste contexto serve para avaliar que sabendo escolher podemos minimizar o impacto que o alimento causa em nossa harmonia nutricional.
O impacto calórico que uma refeição como esta causa é um dos aspectos que podemos focar nossa atenção, mas existem outros bem relevantes. A carne ao ser assada na brasa, absorve compostos tóxicos chamados aminas heterociclicas, substancias já reconhecidas como carcinogenicas. Evite comer as partes mais queimadinhas. pois estas são as que contem maior teor destas aminas.
Para minimizar o impacto destas toxinas em nosso organismo podemos usar neutralizadores que vem dos alimentos.
Comer vegetais amargos como rucula, radite, agrião, cebolaricos em glicosinolatos que ajudam o corpo a eliminar estes compostos. O açafrão da terra em pó (cúrcuma) com pimenta do reino pode usar para temperar a salada ou colocar na farofa, ajuda a combater a toxicidade e tem ação antinflamatória que a carne fornece quando consumida em excesso. Outra dica para sofrer menos impacto do churrasco é tomar água para ajudar na eliminação de toxinas e compensar o sal presente na carne.
Evite os embutidos que contem conservantes que já foram condenados como agentes promotores de cancer, além do excesso de sódio.
Evite ir com muita fome, pois isso pode estimular a comer os aperitivos em demasia, antes de sair de casa coma uma fruta, tome um suco verde, coma algo leve mas que evite a fome que o descontrola.

Para ajudar o corpo a compensar neste dia prepare um suco verde com 1 fruta, couve ou agrião, gengibre, água de coco e beba para fazer uma detoxificação. Coma uma salada de folhas verdes e tempere com azeite extravirgem e limão.

Aqui mostro como podemos minimizar os danos ao escolher uma variedade e quantidade diferente

CHURRASCO DE COSTELA C/ SALSICHÃO + SALADA DE BATATA = 1600 CAL
( 2 salsichões c/farofa + 2 pedaços de costela + 2 colheres de servir de salada de maionese + 2 latas cerveja )

ou

6 corações de galinha (180 cal) + 1 fatia picanha (250 cal) + 1 sobrecoxa assada(120 cal) + 2 colh sopa salada de maionese (140 cal) + 1 colh sopa farofa pronta (70 cal) + salada de tomate e cebola = 760 cal

Desejo que seu próximo churrasco seja um momento de prazer e bem estar por compartilhar com as pessoas que ama.

Se gostou, curta e compartilhe!! 😀

GRANOLA SEM GLÚTEN e SEM ADIÇÃO DE AÇÚCAR

mamão com granolagranola

  • 2 xícaras de flocos de arroz orgânico
  • 8 tamaras
  • 4 damascos (ou ameixa seca ou + tâmaras)
  • 1/2 xícara de passas de uva
  • 1/2 xícara de castanhas de caju crua
  • 1/2 xícara de amêndoas (ou avelãs ou macadâmias ou nozes)
  • 1/2 xícara de quinoa em grão
  • 2 colheres de sopa de chia em sementes (ou linhaça ou gergelim)
  • 2 colheres de sopa de amaranto em flocos
  • 2 colheres de sopa de farinha de banana verde (opcional – bom pelo efeito prebiótico)

Passar no processador em lamina S as tamaras, os damascos, as passas até que formem uma pasta.

Triturar as castanhas e amêndoas até que formem uma farofa grossa.

Junte a farinha de banana verde, os flocos e os demais ingredientes e leve ao forno (120ºC) por 40 minutos, mexendo a cada 10 minutos.

Deixe esfriar em guarde em pote bem fechado para que mantenha a crocância.

Pode-se adicionar também (depois de assada): gojiberry, coco ralado, cranberry, uva passa, …

 

Se gostou, curta e compartilhe!! 😀

JEJUM INTERMITENTE – saiba qual é a minha opinião

Orange cooking time on the floor drawing

Orange cooking time on the floor drawing

A minha opinião sobre o jejum intermitente

Nos últimos 10 anos mais de 60 artigos foram publicados em revistas de impacto internacional relatando os benefícios do jejum intermitente.
O premio Nobel de medicina de 2016 foi conferido ao Dr Yoshinori Ohsumi, pois estuda o jejum e sua expressão nos genes que regulam a reciclagem de células velhas e malformadas, um processo chamado de autofagia. Esta reciclagem permite o desenvolvimento de células novas com mais capacidade e isto se converte em maior longevidade e disposição.     

Os benefícios, alcançados em estudos feitos em animais e humanos, onde se destacam os seguintes:
– aumento da expectativa de vida, uma vez que estimula substancias (AMPK, SIRT1, p38 MAPK) relacionadas a produção de novas mitocôndrias (estrutura celular que produz energia)

– maior performance mental e cognitiva, aumentando o estado de atenção, uma vez que estimula a produção de uma substancia chamada BDNF que estimula a neurogenese – formação de novos neurônios
– redução da resistência a insulina e com isso perda de gordura visceral e menor risco de doenças cardiovasculares

– redução de colesterol e triglicerídeos

– melhora em doenças auto imunes e quadros de inflamações crônicas

Atualmente tem sido aplicado em atletas de alta performance para melhora no desempenho físico. Algumas doenças como epilepsia e câncer mostram resultados efetivos quando associados ao jejum.
Baseado nestes estudos e nestas respostas o jejum intermitente tem sido aplicado com bons resultados

Há uma grande oxidação de gorduras quando as refeições posteriores ao jejum forem de qualidade, mas o jejum não leva necessariamente a perda de peso.
Infelizmente estes estudos servem de base para o desencadear de modas, sem a devida participação de profissionais habilitados.
A primeira vez que ouvi falar sobre jejum intermitente, tive a reação de “sou contra”. Mas após estudar, assistir aulas e palestras sobre o assunto percebo que é uma conduta que se for bem direcionada, pode trazer benefícios.
O jejum intermitente pode ser útil, mas não se deve praticar durante muitos dias da semana; é preciso fazer uma adaptação gradual; garantir uma alimentação adequada ao longo do dia; respeitar sempre a individualidade, pois pode ser útil para uns e ser nociva para outros.  Mas aqui serve a ressalva mais importante, qualquer dieta e tratamento nutricional SEMPRE deve ser acompanhado de um profissional habilitado para tal.    
     

Se gostou, curta e compartilhe!! 😀
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial